EDITOR RESPONSÁVEL: JORNALISTA CLOVIS ALMEIDA - MTE/3416 - CE

Turista é atacado por atum em Noronha

Incidente considerado raro foi registrado no último final de semana

Um turista levou um grande susto neste final de semana, na Praia da Conceição em Fernando de Noronha. Enquanto brincava com o filho, Sandro Duarte, de Belo Horizonete, sentiu uma pancada nas costas. O ferimento sangrou e, rapidamente, os banhistas se assustaram acreditando se tratar de mais um incidente com tubarão. No entanto, o ferimento foi muito mais inusitado. Um atum mordeu o mineiro.

O PRÉ-SAL AGORA É DELES

Em uma sessão longa e tumultuada, em que deputados da oposição vestiram jalecos de petroleiros para defender o pré-sal, e foram chamados de "ladrões", aos gritos, por parlamentares governistas, foi aprovado o projeto de lei que retira da Petrobras a obrigatoriedade de participar da exploração do pré-sal e abre o negócio a empresas estrangeiras; placar foi de 292 votos a favor, 101 contra e uma abstenção; faltam ser analisados destaques ao texto, o que deve ocorrer na semana que vem; "Hoje é um dia histórico, dia em que Congresso traiu povo brasileiro e entregou Pré-Sal, nosso passaporte para o futuro, para os estrangeiros", lamentou a deputada Erika Kokay (PT-DF)

247 - Em uma sessão longa e tumultuada, em que deputados da oposição vestiram jalecos de petroleiros para defender o pré-sal, e foram chamados de "ladrões" por parlamentares governistas, foi aprovado o projeto de lei que retira da Petrobras a obrigatoriedade de participar da exploração do pré-sal e abre o negócio a empresas estrangeiras.

A luta começa, continua e vence com os trabalhadores na rua

O NDD - Núcleo em Defesa da Democracia realiza há 56 semanas de concentração na Praça dos Três Poderes em frente ao Palácio do Planalto. Os participantes do movimento, que é suprapartidário, se encontram todas as segundas feiras no início da noite, com o objetivo tirado por consenso de lutar e defender a integridade e plenitude do mandato da presidenta Dilma Rousseff, eleita democraticamente pelo voto direto do povo brasileiro (mais de 54 milhões de votos), e exigir a manutenção da Democracia e permanecer na praça até o dia 1 de janeiro de 2019, quando esperamos assistir Dilma passar a faixa presidencial a seu sucessor que esperamos seja Lula.

INTERNET DE QUALIDADE - CLICK NA IMAGEM