EDITOR RESPONSÁVEL: JORNALISTA CLOVIS ALMEIDA - MTE/3416 - CE

Articles Tagged ‘aécio neves’

Advogado de Aécio desiste da Justiça e ele tenta agora colocar um amigo seu Procurador

O ex-ministro Carlos Velloso, advogado do senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais delatado na Lava Jato, desistiu de ser ministro da Justiça; ele, que também é advogado da Chevron, ligou para Michel Temer e comunicou sua desistência; agora, Aécio tenta emplacar na vaga o procurador mineiro José Bonifácio Borges de Andrada, que é o número 2 da PGR; no PMDB, Aécio vem sendo chamado de "traidor", por tentar ocupar a Justiça com um aliado.

Com aval de Temer, Anac regulariza aeroporto de tio de Aécio e arquiva processo

Segundo a Anac, tudo está regular e não há motivos para investigação

O aeroporto de Cláudio no terreno que pertencia à família de Aécio Neves (PSDB), em Minas Gerais, foi homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), regularizando a situação das terras, antes investigadas pelo Ministério Público por pertencer a familiares do senador.

Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio de Cunha

 
RIO — Na tarde de quarta-feira passada, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entraram apressados no Supremo Tribunal Federal (STF) e seguiram direto para o gabinete do ministro Edson Fachin. Os donos da JBS, a maior produtora de proteína animal do planeta, estavam acompanhados de mais cinco pessoas, todas da empresa. Foram lá para o ato final de uma bomba atômica que explodirá sobre o país — a delação premiada que fizeram, com poder de destruição igual ou maior que a da Odebrecht. Diante de Fachin, a quem cabe homologar a delação, os sete presentes ao encontro confirmaram: tudo o que contaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) em abril foi por livre e espontânea vontade, sem coação.

Valério: Aécio levava 2% dos contratos com o BB desde o governo FHC

 

 
Delação do empresário Marcos Valério é bombástica e atinge não apenas o senador Aécio Neves (PSDB-MG), como também o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; no acordo, fechado com a Polícia Federal, Valério sustenta que suas agências de publicidade participaram do financiamento ilegal da atividade política de Aécio desde os anos 90; ele afirma ainda que o tucano recebia 2% do faturamento bruto dos contratos do Banco do Brasil no governo FHC; Valério também sustenta que parte dos recursos desviados da campanha pela reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), em 1998 — no processo que ficou conhecido como mensalão mineiro — abasteceu caixa 2 da campanha de Aécio a deputado federal

INTERNET DE QUALIDADE - CLICK NA IMAGEM